Tecnologia No Varejo

Tecnologia no Varejo: o seu empreendimento está preparado?

Se você possui um empreendimento varejista, já deve estar ciente das impactantes mudanças que estão sendo causadas pela inserção da tecnologia no varejo, não é mesmo? Os impactos são presentes no dia a dia de uma loja e a tendência é que continuem aumentando.

A grande maioria dos consumidores de um comércio, seja ele de calçados, vestuário, artigos esportivos, dentre outros, já possui acesso à internet. E, desse grupo de pessoas, são também a maioria aqueles que já fizeram compras online ou então pesquisaram preços na internet antes de chegar a uma decisão de compra.

Mas não é somente para o cliente que a internet causou mudanças. Para o empreendimento varejista, os processos operacionais estão em constante evolução – seja para realizar o controle financeiro ou otimizar o de estoque. O que não faltam são ferramentas disponíveis.

Portanto, qualquer empresa do ramo deve estar atualizada em relação à tecnologia no varejo e se preparar para mudanças cada vez mais frequentes. Veremos um pouco mais sobre a relação entre a tecnologia e o sucesso de um empreendimento varejista no post de hoje. Acompanhe.

Tecnologia para crescer de dentro para fora

Anos atrás, quando existiam, todos os controles internos de uma empresa precisavam ser feitos de forma manual. Essa situação resultava em vários problemas pela falta de informações.

A partir do surgimento dos computadores, os processos internos foram sendo aperfeiçoados. Com a utilização de programas como o Excel, era possível elaborar planilhas para controle de estoques, fluxo de caixa e divisão de tarefas.

Foi somente nos últimos anos, impulsionados pela facilidade proporcionada pela internet, que surgiram os softwares que começaram a revolucionar a gestão do empreendimento varejista.

O grande ganho gerado pela tecnologia às lojas foi a possibilidade de integrar os controles internos. Imagine só emitir uma Nota Fiscal Eletrônica a um cliente e as informações inseridas já atualizarem o fluxo de caixa e dar baixa daquele produto em estoque – com a possibilidade, ainda, de receber um aviso informando quando o estoque estiver muito baixo.

Aos poucos, essa tecnologia no varejo foi entrando no ambiente empresarial e facilitando a obtenção de informações estratégicas. Hoje, toda a gestão empresarial e as tomadas de decisões podem ser realizadas de forma consciente, munidas de informações exatas sobre o que acontece dentro da loja.

A mudança nas vendas do varejo

Se, por um lado, as mudanças trazidas pela tecnologia nos processos operacionais não são tão notadas pelo público externo, do ponto de vista do cliente, elas são muito claras. Quem poderia imaginar, quinze anos atrás, que a compra de calçados pela internet seria tão popular?

Os hábitos dos consumidores estão diferentes por diversos motivos: a possibilidade das compras online; o relacionamento mais próximo impulsionado pelo marketing digital e pelas mídias sociais; as inúmeras informações sobre produtos e empresas; as novas preferências em relação ao atendimento dos funcionários; e as experiências personalizadas.

Dentre as principais mudanças que a tecnologia no varejo proporcionou para o setor, estão:

  • E-commerce É inegável que, cada dia mais, os consumidores optam por fazer compras online – seja pela facilidade, pelos melhores preços ou pela confiança que têm em relação às lojas.
  • Relacionamento online A grande vantagem do relacionamento online é que ele é ditado pelo consumidor. É ele quem entra no website da empresa, pesquisa os produtos que deseja e faz o pedido de compra. A empresa precisa apenas oferecer o suporte adequado, sempre que necessário.
  • Maior gama de informações disponíveis – Até alguns anos atrás, você poderia pesquisar produtos e preços apenas nas lojas disponíveis na sua cidade e em anúncios de jornal. Hoje, basta uma pesquisa no Google para descobrir tudo sobre funcionalidades, outros produtos semelhantes e preços mais em conta.
  • Preferências de atendimento É cada vez maior o número de clientes que prefere a liberdade para experimentar e optar pelos produtos que atendam ao seu gosto do que ser atendido por alguém em uma loja física.
  • Experiências personalizadas A soma de todos os outros fatores resulta em experiências personalizadas, de acordo com cada cliente. Em vez de receber anúncios aleatórios de produtos que não interessam, a internet possibilita que toda a sua experiência seja personalizada seguindo o perfil do consumidor.

Entre as tendências que podem surgir nos próximos anos para o empreendimento varejista estão as tecnologias que permitem uma maior interação com o produto antes da decisão, a facilidade na realização de compras e na forma de pagamento, a popularização dos aplicativos para smartphones e sistemas de autoatendimento digitais mais desenvolvidos.

O seu empreendimento varejista já está preparado para as novas tecnologias? Como você lida com todas essas mudanças? Deixe o seu comentário e até a próxima.

This Post Has 2 Comments
    1. Olá, Jane!

      Seja muito bem vinda ao Universo Audiens!

      Que bom que gostou do artigo! Você reparou que toda semana preparamos algo especial para vocês? Sinta-se à vontade para navegar em nosso site, ler nossos artigos e sugerir novos temas que gostaria de ler aqui.
      Se precisar de algo mais detalhado, este é meu e-mail pessoal – armando@audiens.com.br , que coloco à tua disposição e de todos que queiram entrar em contato comigo!

      Parabéns pela iniciativa de compartilhar sua opinião conosco. Muito obrigado mesmo! É isso que nos motiva a querer sempre levar o melhor do conteúdo empreendedor e soluções contábeis à vocês!

      Cordialmente,

      Armando Scuotto Filho
      Sócio/Diretor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *